O que é?

É a cirurgia feita para reduzir o estômago. Tem como objetivo o auxílio na redução do peso em pessoas com o IMC (índice de massa corporal) muito elevado.

Consulta

Marque uma consulta com os nossos especialistas.

Quem pode fazer?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cirurgia está indicada para pacientes com IMC acima de 35 Kg/m² que tenham complicações como apneia do sono, hipertensão arterial, diabetes, aumento de gorduras no sangue e problemas articulares, ou para pacientes com IMC maior que 40 Kg/m² que não tenham obtido sucesso na perda de peso após dois anos de tratamento clínico (incluindo o uso de medicamentos).

Que tipos de cirurgia existem?

Atualmente as cirurgias são realizadas por videolaparoscopia, onde são introduzidos instrumentos através de pequenos orificios no abdômen. As cirurgias mais realizadas são a gastroplastia vertical (Sleeve) https://youtu.be/3ahIp6CuqiI , que é uma cirurgia restritiva e o Bypass https://youtu.be/q_WZxgLYhns , que é uma cirurgia mista.

Bypass Gástrico em Y-DE-ROUX

Sinônimos:

  • Gastroplastia
  • Cirurgia de Caapella
  • Redução de Estômago

É a técnica mais comum no Brasil, correspondendo a 75% das cirurgias realizadas;
Muito segura e muito eficaz;
Espera-se que o paciente perca de 80 a 100% do excesso de peso.

Gastrectomia Sleeve

Sinônimos:

  • Gastrectomia Vertical
  • Sleeve
  • Gastrectomia em Manga

Aprovada em 2011 pelo CFM como técnica única de tratamento de obesidade;
Muito segura e eficaz;
Espera-se que o paciente perca de 70 a 100% do excesso de peso.

COMO É O PREPARO PARA A CIRURGIA?

Todos os pacientes devem passar por uma avaliação com um cirurgião bariátrico, que encaminhará uma avaliação clinica completa. Esta avaliação também inclui a realização de diversos exames pré-operatórios. Existe uma avaliação multidisciplinar, que inclui avaliação nutricional e psicológica.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DA CIRURGIA?

Além da perda importante de peso, existe melhora nas outras doenças associadas a obesidade, como diabetes, hipertensão arterial, gorduras no sangue e dores articulares.

QUAIS OS CUIDADOS APOS A CIRURGIA?

Todo paciente que é submetido a cirurgia bariátrica deve reestruturar seus hábitos de vida. Devem ser acompanhados continuamente pela equipe médica e com nutricionista. Existem chances de complicações nutricionais, como anemias por deficiência de ferro, de vitamina B12 e/ou ácido fólico, deficiência de vitamina D e cálcio e até mesmo desnutrição, nas cirurgias mais radicais. Reposições vitamínicas são feitas após a cirurgia e mantidas por tempo indeterminado. A diarreia pode ser uma complicação nas cirurgias mistas, principalmente na derivação bileopancreática.

POSSO ENGRAVIDAR APÓS A CIRURGIA BARIÁTRICA?

Mulheres que realizam cirurgia bariátrica devem aguardar pelo menos de 15 a 18 meses para engravidar. A grande perda de peso logo após a cirurgia pode prejudicar o crescimento do feto.